quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Feliz 2011 para todos nós!


Amigos! Que Deus Ilumine nossos caminhos nesse 2011! E que nesse ano novo, continuamos apaixonados e curtindo a vida do melhor jeito possivel!
Beijos e meu Amor a todos!
Vanessa Sanches.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Saudade de Ti Meu Futuro Ex-Marido! Rsrsrs

Olá a Todos!

Estou meio romântica e triste hoje, comecei o dia com Amy Winehouse, depois de ter lido uma matéria maravilhosa escrita pela Malu Mader na revista Lola do mes de Janeiro.

Foi muito bom ouvir novamente Amy Winehouse, depois de uns três meses sem escutá-la, nesses ultimos três meses me esqueci da jóia rara da música "Love is a losing game", eaqueci de sua tradução e que a letra de tão perfeita combina incrivelmente com minha vida amorosa!

Ouvi muito essa música quando namorava o Ismael, ele foi o meu melhor namorado, acho que nunca mais vou ter alguém como ele de namorado. Calmo, carinhoso adorava quando ele me colocava entre as pernas dele e pegava o violão e cantava quase todas as músicas dos Titãs.
O violão dele era negro, ele dizia que tinha duas namoradas cheias de curvas.

Foram os 8 meses mais deliciosos de minha vida!
Não pensava em nada, trabalhava e depois do Call Center corria para a casa dele para seus braços, ficavamos juntos a noite inteira conversando, beijando e nos acariciando, lembro que até ''marcamos a data de nosso casamento", seria no final desse ano. Até hoje me arrependo de não ter casado com ele.

Talvez a música da Amy e a data do nosso casamento já ter se passado (seria dia 18 de dezembro 2010!), ativaram minhas lembranças dele.

Não sei o que aconteceu para terminamos, só me lembro de estar gritando com ele no telefone dizendo: "Acabou tudo! Você pensa que sou idiota? Quem você pensa que é para fazer isso comigo?" Do outro lado um silêncio de choro contido, ele realmente sentiu todas as minhas palavras, e o pior ele não as merecia! Quando finalmente ele falou disse: ''Quem está abandonando ''agente" é você e não eu!"
Fiquei louca da vida ao ouvir isso, foi um término estranho para uma história tão bacana!

Gostei dele muito, era o cara certo para casar, ter filhos e viver até ficar velhinho, só tenho saudades, falei com ele agora antes do Natal por MSN, está namorando e parece muito feliz.

No começo do namoro dele com a atual eu fiquei com dor de cotovelo e o bloqueei do MSN, mais agora passou um tempão e vejo que não tem nada a ver, e que ele é uma daquelas pessoas muito iluminada que tinha que vir para minha vida para me dar um help e me fazer sentir mulher e amada! E é como se diz por ai... Somente damos valor quando perdemos!

Por isso somente tenho que agradecer a você meu querido Ismael por ter me dado tanto carinho e apoio e eu em um ato egoísta de querer ser mais ''livre'' terminei me perdendo de você. Quero que essa gúria te faça muito feliz, por que você merece... meu quase ex-marido!

Ai, acredito que estou ficando mole!
Bem deixo vocês com com a minha música favorita da Amy, e o meu tema de namoro com o Ismael!

Beijos e todo meu Amor para vocês!

Vanessa Sanches.


Love Is A Losing Game  (Amy Winehouse)
For you I was a flame
Love is a losing game
Five storey fire as you came
Love is a losing game

Why do I wish I'd never played
Oh what a mess we made
And now the final frame
Love is a losing game

Played out by the band
Love is a losing hand
More than I could stand
Love is a losing hand

Self professed... profound
Till the chips were down
...know you're a gambling man
Love is a losing hand

Though I'm rather blind
Love is a fate resigned
Memories mar my mind
Love is a fate resigned

Over futile odds
And laughed at by the gods
And now the final frame
Love is a losing game

Love Is A Losing Game  (Amy Winehouse)
Para você eu fui uma chama
O amor é um jogo para perder
Um incêndio de 5 andares quando você chegou
O amor é um jogo de azar

Por que eu queria nunca ter jogado?
Que bagunça nós fizemos
E agora a última cena
O amor é um jogo de azar

Exaurido pela banda
O amor é um jogo para perder
Mais do que eu poderia aguentar
O amor é um jogo de azar

Auto-confessado... profundo
Até as fichas na mesa
Sei que você é um viciado em jogo
O amor é um jogo de azar

Apesar de eu preferir ser cega
O amor é um destino resignado
Memórias invadem minha mente
O amor é um destino resignado

Apesar de probabilidades fúteis
E ser zombada pelos deuses
E agora a cena final
O amor é um jogo de azar

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O que Significa Eclipse Para Mim.

Olá a Todos!

Hoje eu tenho que atender um pedido, ou melhor alguns pedidos... Me perguntaram o que significa Eclipse para mim!

Sei que é um fenomeno raro que acontece algumas vezes em em algum anos, sei tambem que é um dos livros da saga Crepúsculo, sei que é um alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua.  Está bem disso tudo eu sei!

O que ninguem sabe é que Eclipse, na minha vida tem o significado de noites, dias, tarde e madrugadas bem vividas! Quem me ensinou a fazer ótimos Eclipses foi o meu amigo colorido... Ontem reli o meu diário e justamente na passagem que ficamos juntos pela primeira vez!

Tudo aconteceu depois do meu aniversário de 30 anos, era aquele dia fatidico que o Brasil saiu da Copa do Mundo, voltamos com a corneta embaixo do braço aqui para o escritório, nisso eu o vi disponivel no MSN, (já tinhamos combinado de tomar um vinho em casa no domingo a tarde no dia em que ele veio me dar Feliz Aniversario).
Bem na conversa no MSN ficamos falando sobre o fiasco da seleção brasileira, da perda do jogo para a Holanda e conversa vai, conversa vem... Ele disse: Podemos adiantar o vinho para essa noite? Não sabia o que responder, por que pensei na zona que estava minha casa, meu quarto e minha vida!
Com isso respondi que sim, podiamos nos ver aquela noite as 20h30. Meu estomago já estava na garganta!

Sai do serviço correndo, as 18 horas já tinha comprado o vinho, as 18h15 estava em casa, limpei tudo em menos de 20 minutos, fiz um macarrão express pois com esse negócio do jogo da copa nao tinha nem me alimentado direito. Sei que parei de olhar relógio depois das 20h30. Sabia que era uma loucura tudo aquilo, que eu estava linda, gata, tudo estava pronto para receber... um amigo!
Não entendia como estava tão acessa e o porque da minha agitação... Somente sabia que estava a fim de alguma coisa que não ousava falar para minha alma. Ele é meu amigo de anos eu não posso fazer isso!
Mais tinha certeza que ia rolar...

Ele chegou as 21 horas, pediu mil desculpas, nos apressamos em abrir o vinho, como era de rolha e não tinha previsto isso, o pior aconteceu... o bendita da rolha escapou entrando na garrafa e eu mesmo não querendo tomei um ''banho de vinho'', pedi desculpas e disse que iria me trocar, coloquei outro agasalho bem justinho, e ele percebeu o que eu estava fazendo e o porque fazia!
Comentou rindo: Essa blusa ficou muito melhor em você!

É parceiro, não deu outra estavamos a fim um do outro, somente faltava alguém se prontificar!
Tomamos o vinho, ouvimos nossas músicas favoritas (maioria Bon Jovi), lembramos quando eramos adolescentes... Lá pelas 23h30, sentei no braço do sofá ao lado dele, ele entrelaçou seus dedos grandes nos meus pequenininhos me olhou e me disse quase em tom de oração: '"Van, 'eu estou muito afim'!"
Nisso ele puxou meu corpo para o dele caimos no sofá, só pude me dar por mim depois de uns 5 minutos de beijos alucinantes! É meu amigo pensava, meu amigo... ai depois pensei, que se dane amigo também pode ter seus momentos de ''bota fora!" (ou bota dentro se preferir).

Em alguns momentos eu nem sabia o que estava mais se passando, somente cai na real do acontecido quando me vi deitada ao lado dele, banhada pela luz da Lua, senti um alinhamento perfeito, tudo foi perfeito, intenso, louco e incompreensível. Como falamos um para o outro foi um Eclipse muito bem sucedido.
Claro que tivemos de tempos para cá outros e mais outros de maior ou menor intensidade, com trilha sonora sem trilha, comigo arrumando a casa ou o esperando lá no quintal.
Meu amigo colorido, quem deu esse apelido foi a Kátia, não me arrependo de nada que tenha se passado conosco, só tenho arrependimento de não ter ficado antes como ele!

Bem esse é o significado de Eclipse para mim. Os meus são fantásticos e não tão raros como os que natureza nos oferece (assim como esse da foto acima, acontecido no dia 21/12/2010).

Beijos e meu Amor a vocês!

Vanessa Sanches

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Que Natal Não?

Olá a todos!
Beijos mil e um Feliz Natal super atrasado!

Frase do Dia: "A vida é para quem topa qualquer parada. Não para quem pára em qualquer topada". Bob Marley. Obrigada Eliel pelas palavras amigas de hoje no almoço e por essa frase super engraçada, você é 10 Milhoes ao quadrado. Beijos.

Hoje resolvi sair da minha ''concha'' e escrever... Não que tenha milhares de novidades e coisas mais!
Mais o pouco que tenho são as "bebemorações'' de fim de ano!

Começando pela sexta feira dia 17 quando eu dormi na Kátia e fomos para a confraternização em um sitio, tiramos muitas fotos, mais ate agora nao pude resgata-las do Orkut do meu amigo Luis. Foi legal pois fomos nós quatro Luis, Kátia, João e eu, foi divertido sair com eles, pena que a Cecília não foi! Chegando lá o tempo estava muito pouco 'cristão', mais teve gente que encarou a piscina assim mesmo!
Ficamos lá eu a Kátia e o Luis, o João foi ser a 'Miss Simpatia' e foi fazer um social com a turma que ali estava e eu não conheci ninguém, além do pessoal da nossa turminha!
Nisso veio a Tati e o Renato e se ajuntaram conosco, ai a ''farra'' foi completa, bebemoramos com cerveja e a Tati e eu encaramos até uma dose de Tequila (a minha dose foi com sal, que delicia!), foi muito legal.

O melhor para mim foi quando todo mundo estava lá fora e eu pude ''jogar" de bilhar, e descobri o quanto continuo péssima nesse jogo! Mais não tem nada não somente estava me divertido, até fiz amizade com o Daniel, Júnior e um outro carinha muito legal que estavam tentando me ajudar a reconhecer o que era um taco e como se manobrava ele! Se estiverem lendo beijos para vocês.

Depois veio a bebemoração do dia do amigo secreto que foi comemorado no Atol, lá na Vila Leopoldina em SP. O melhor para mim, foi a ida. A nossa motorista expert no volante Tatiane (Tati) nos levou muito divertidamente para lá, no carro, ela dirigia, dançava e cantava, nao tudo necessariamente nessa ordem. mais assim foi! A primeira musica que ouvimos foi da Maria Gadú, ela tocava na novela da oito 'Viver a Vida'... Deu vontade de dizer: - Suspende a balada vamos para praia! kkkk
A Gaby foi o show a parte, ela brincou, colocou em prática a "muleca" que existe nela... Gaby eu não ia entrar em detalhes mais você quem pediu! rsrsrs. Você foi um show porque estava realmente feliz (dava para sentir), brincou, agitou foi muito legal sair e conhecer seu lado ''Gaby de ser"! Ah esqueci até bebeu cerveja!

Na volta a Tati nos entregou em casa! Conversamos muito enfrente de casa e não acreditei mais foi bem bacana o carinho e as palavras sinceras dela comigo. Obrigada Tati pela ''força'' e por segurar a onda emocional que estava passando! Pensei muito em suas palavras e acredite fico feliz em tê-las descoberto, mesmo que me doa agora, maissei que essas cicatrizes vão fechar muito breve, tenho certeza disso!

No dia 24, mesmo com um milhao de coisas para fazer resolvi ir na casa de meu amigo colorido entregar um CD que gravei especialmente para ele... (ele adorou, só disse que faltou a banda A-Ha!), fazer o que não se agrada a Todos! rsrsrs
Conversamos na calçada enfrente a casa dele, foi a melhor lembrança que tive desse Natal!
Quando eu estava quase indo embora ele me convidou para conhecer a garagem e o ''quartinho'' de bagunça que nao tinha quando eu frequentava a casa dele na minha epoca de adolescente... Sabendo que nós dois já estavamos nas 'quintas intenções', resolvi puxar o freio de mão e dizer, não!

Deixa eu explicar o "Não":

1 Os pais dele estava em casa com a metade da familia que ia passar o Natal por lá;
2 Sou amiga dele de vários anos, e nossos pais nem sonham que estamos nos pegando para eles é só amizade mesmo;
3 Se eu estivesse ficado com ele naquele quartinho, sabendo o quanto sou um escândalo, teriamos tacado fogo naquela garagem toda!

E para não dar trabalho ao Corpo de Bombeiros da região disse não, Viu meus amigos como sou ''civilizada'' e tenho senso de cidadania? Mais me arrependo de não ter ficado com ele aquele dia. E disse hoje isso para ele no MSN.
Ah deixa chegar Janeiro para nos vermos novamente! Vamos encendiar o meu quarto de sexta a domingo, ou não me chamo Vanessa Sanches!

Brincadeiras a parte...Tenho que agradecer meu "amigo colorido" pelo "colo" que me dá sempre que preciso, um CD gravado é pouco para tanto que ele faz por mim! Somente de me dar um Help quando necessito já é um grande ato de Amizade, e os beijos e outras coisinha mais vem como aditivado para sermos mais amigos! Carinho te adoro, milhões de beijos para você... Se depender de mim haverá muitos novos Eclipses te esperando nesse ano de 2011!

Bem acho que nem vou contar que minha mãe esta me enlouquecendo, meu pai é o cara mais passivo do mundo, minha irmã e eu nos estranhamos desde o dia 22 estamos ''soltando farpas'' uma com a outra. Tirando a normalidade foi um Feliz Natal!

Beijos e meu Amor a Todos!

Vanessa Sanches.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Léo e Eu: Um Amor Que Podia Ter Dado Certo!

Olá a todos!
Pensei em não escrever hoje mais... Queria desabafar o como me sinto!
Ganhei um gatinho na sexta da Kátia, ele é muito fofo, branquinho com um olhão azul de fazer inveja a muito ‘gato humano’ por ai!
O chamei de Leonardo, com o apelido Léo, passamos o final de semana juntos, claro que cuidar de um gato como de qualquer outra coisa na vida não é fácil, mais já estava me acostumando...
Ele é o gato mais carinhoso e fiel que conheci na vida!
Na sexta ficamos brincando a noite toda, esqueci de CSI e tudo, quando cai em "deprê" e chorei ele estava lá quietinho no meu colo. Não queria mais chorar quando via aquele filhotinho lindo... Comecei a fazer uma ''Gatoterapia" e estava funcionando bem! Até que...
Tudo estava lindo, maravilhoso, fofo até minha mãe chegar em casa para passar o fim de ano e dar ‘cartão vermelho’ para o Léo, ela me colocou em uma situação que tive que encontrar alguém para entregá-lo, que tomasse de conta e ECT e tal... Ainda bem que encontrei uma pessoa legal que curte gatos que se ofereceu para ficar com ele (ela é amiga de minha mãe).
Não estou brava com minha mãe, alias ela se mostrou extremamente arrependida pelo o que fez comigo e com o Léo, queria ate trazê-lo de volta, mais quem agora não quer sou eu!
Acredito que ele está melhor numa família que curte gatos, mais do que estando lá em casa sendo tratado igual a um... cachorro! (desculpe mais não pude perder a ‘piada’), sério eu juro que não estou chateada com ela, talvez as coisas caminhassem para ser desse jeito mesmo, pelo menos eu tentei.
Amo o Léo, mais ele está feliz lá com a Pequena Juliana e a Rosana que o adotou.
Sinto- me triste, magoada mesmo, mais estou feliz por ele que já está deixando saudades!
Talvez esse seja o verdadeiro amor que encontrei esse ano e deixei passar!
Beijos e meu Amor a todos vocês!

Vanessa Sanches

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Um dia chega a hora de dar... Adeus!

Olá a todos!
Sei que já postei hoje a tarde... sei também que estava em um dia meio cinza!
Mais agora depois de um banho, com a cabeça mais fria posso finalmente me despedir da tristeza que sinto dentro de mim. Ou melhor me despedir da pessoa que me faz sentir assim tão triste e sozinha...

É  Rapaz....
Essa é a ultima postagem que faço falando de você. Desisto de tudo, passo a bola. Sua indiferença foi a pior parte da minha história! Desculpa ter gostado tanto de você, sou a culpada de tudo isso que estou passando... Para mim já deu o que tinha que dar, não espero mais nada, nem destino, nem Universo, mais nada. Meus sentimentos se findaram hoje... esquecer sim já te esqueci, nao preciso mais provar isso a ninguém.

Já foi a vez, meu bonde passou, não há mais nada que eu possa te dizer além de um Adeus... e que adorei te conhecer, adorei ter você dentro de mim, adorei as borboletas que sentia no meu estômago quando eu te olhava, fazia tempo que não sentia nada parecido! Apesar de estar com o coração em fase de regeneração, somente posso levar comigo todas as sensações gostosas e boas que tive quando pensava em você.

Pensar em você é algo que posso evitar, gostar de você é algo que posso me "policiar" para não sentir.
Vou evita-lo ao máximo, pretendo não entrar em contato com você tão cedo... e quando eu resolver pensar em você vou lembrar de todas as coisas tristes que carreguei comigo até agora.

Sinto muito por tudo, Gostei de você de verdade, nunca dúvide disso!

Agora é somente dizer: Prazer em conhece-lo, seja feliz e Adeus!

Galera, finalmente virei a página... Vamos recomeçar o blog?
Aguardem novos posts, mais da minha vida e menos de ''novela mexicana"!

Beijos para o Robson que acompanha todos os dias minhas postagens, a Tati pelo carinho de hoje, não tenha raiva do rapaz minha querida, ele somente caiu na real que eu sou muito Hurricane para ele, a Gaby e a Katita que nesse momento esta fazendo a ''cama para mim'' (vou dormir na casa dela hoje!), e a todos que me seguem!

Meu Amor a todos.
Vanessa Sanches.

Já Passou da Hora!

Olá meus amigos!

Estou meio feliz e triste hoje! Acredito que seja esse tempo nublado que está encobrindo a grande São Paulo. Estava escutando minhas musicas favoritas e me prendi na letra de duas delas, fiquei refletindo sobre elas. A primeira é dos The Birds:

Turn, Turn, Turn (tradução) The Byrds 

Vire, vire, vire...

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para nascer, um momento para morrer
Um tempo para plantar, um momento para colher
Um momento para matar, um momento para curar
Um momento para rir, um momento para prantear

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para edificar, um momento para desmoronar
Um momento para dançar, um momento para se condoer
Um momento para livrar-se de pedras, um momento para reunir pedras

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para amor, um momento para ódio
Um momento de guerra, um momento de paz
Um momento em que você deve abraçar, um momento para abster-se de abraçar

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para ganhar, um momento para perder
Um momento para rasgar, um momento para costurar
Um momento para amar, um momento para odiar
Um momento para paz, eu juro que não é tarde demais

http://www.vagalume.com.br/the-byrds/turn-turn-turn-traducao.html#ixzz18HIwnCrh

A outra é Pride (In the name of love) do U2:


Pride (In the Name of Love) U2
One man come in the name of love
One man come and go
One man come, he to justify
One man to overthrow

In the name of love
What more in the name of love
In the name of love
What more in the name of love


One man caught on a barbed wire fence
One man he resist
One man washed on an empty beach.
One man betrayed with a kiss

In the name of love
What more in the name of love
In the name of love
What more in the name of love

(nobody like you...)

Early morning, April 4
Shot rings out in the Memphis sky
Free at last, they took your life
They could not take your pride

In the name of love
What more in the name of love
In the name of love
What more in the name of love
In the name of love

Orgulho (Em Nome do Amor) U2 Revisar tradução 
Um homem veio em nome do amor
Um homem veio e se foi
Um homem veio para se justificar
Um homem para subverter

Refrão:
Em nome do amor
O que mais em nome do amor
Em nome do amor
O que mais em nome do amor

Um homem foi pego numa cerca de arame farpado
Um homem que resiste
Um homem banhado numa praia vazia
Um homem traido com um beijo

Em nome do amor
O que mais em nome do amor
Em nome do amor
O que mais em nome do amor

(ninguém como você...)

Manhã bem cedo,4 de Abril
Tiros zumbem nos céus de Memphis
Livre ao final, eles tomaram a sua vida
Eles não poderiam tomar o seu orgulho

Em nome do amor
O que mais em nome do amor
Em nome do amor
O que mais em nome do amor
Em nome do amor

http://www.vagalume.com.br/u2/pride-in-the-name-of-love-traducao.html#ixzz18HJFvW3k

Sei que uma é baladinha romântica e a outra é um ''puta rock in roll'', mais os temas se você olhar bem são os mesmo.

Fiquei pensando o que é o amor para mim? O que significa esse sentimento?
Ontem reli meu diário desde quando comecei a ficar com um cara casado no inicio do ano, depois veio o meu amigo colorido e agora estou presa numa armadilha violenta que eu mesma armei para mim.

Minha vida era tão fácil quando eu não acreditava que existia esse sentimento louco que abre um buraco, e nos torna vazio quando não estamos perto do ''amor de nossas vidas", quero muito dizer que me sinto ferida, não entendo como aconteceu... estava tão bem sozinha ou com minhas aventuras de ocasião!

Não sei o porque desse sentimento que me invade a cada momento e que me destroi a cada microssegundo, "odeio" pensar em alguém que não quer ser meu, esse fato de gostar da pessoa errada! Mais o pior é que não consigo odiá-lo... Se fosse fácil assim!

O amor sempre me "irritou", sou uma pessoa bem pé no chão quando estou em estado normal, é só ficar nesse estado interessante que só me meto em confusão!

Hoje me peguei seguindo os pontos, tentando colocar meu ''quebra cabeças interno" em ordem, cheguei a mais uma brilhante conclusão que nem eu sei o que estou sentindo...

É realmente não tenho porque gostar dele, sério o que ele fez por mim?  Absolutamente nada! Não tenho por que dar o meu coração para uma pessoa que não me dá o que eu mereço receber! Não haveria esse sentimento se não houvesse a minha "imbecilidade" de me apegar tão fácil a alguém que na real não me proporcionou nada de mais, que algumas emoções novas e intensas.  Algumas! Não todas as que mereço sentir.

Estou estranha, acho que ''liguei o que se dane e vou ser feliz''! Como diz aquele trecho de Turn!...

"Um momento para amor, um momento para ódio
Um momento de guerra, um momento de paz
Um momento em que você deve abraçar, um momento para abster-se de abraçar"

E também esse de Pride:

"Manhã bem cedo,4 de Abril
Tiros zumbem nos céus de Memphis
Livre ao final, eles tomaram a sua vida
Eles não poderiam tomar o seu orgulho"


Há um tempo para tudo nessa vida, vou ver se agora me entendo comigo mesma. O fato é que eu o adoro ainda, não sei como esquecê-lo, mais não estou disposta a ficar assim desde jeito, me sinto louca por ter deixado esse sentimento me invadir, foi tudo uma grande bobagem que fiz!

Eu cometi a bobagem de gostar dele, não o contrário, então eu que "dê conta'' dos prejuizos e danos causados por mim mesma! A culpa é minha eu sei!

Hoje vou para casa da Katita, vou dormir lá, amanhã vou para a primeira festa de confraternização da empresa onde trabalho. Vamos ver no que dá! A Kátia é uma amiga sensacional, são poucas que me animam e me faz dar grandes gargalhadas, ela sempre me diz que vamos rir muito disso tudo no futuro, tomara que esse futuro venha logo!

Essa imagem é para você querida amiga Katia.

Beijos e meu Amor a vocês (Voces merecem ele não!rsrsrs) !

Vanessa Sanches.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Como Esquecer uma Pessoa que Você Realmente Gosta?

Olá a Todos!
Beijocas para a Tati que viu o meu blog e gostou e me deu uma ''força'' para continuar escrevendo, para a Gaby e seus contos com continuação, adorei, principalmente por que a ''protagonista tem o meu nome e apelido"! Para a Katita ela é a fonte de ânimo desse blog, obrigada pelo apoio nas horas mais críticas e por ser minha promoter virtual preferida, a querida Jéssica que deve estar na fila dos ingressos para o Show do U2 de abril de 2011, ao João e a Cecília meus queridos companheiros e agora ao Luis, nossa nova aquisição que veio direto de Salvador para animar nossos almoços e nossos dias...  Obrigado Luis pelas risadas do almoço de hoje!
Como esquecer uma pessoa que você realmente gosta?
Gostaria de saber como se faz isso, queria ter uma formula mágica de poder esquecer,  parar de sentir, pensar e querer estar. Algo como aquele filme com o Jim Carrey e a Kate Winslet (Um Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças), o filme é um pouco doido, conta a história de um casal que se separa e ela tomar uma medicação que faz ela esquecer o amado para sempre, ele com dor de cotovelo também faz o mesmo, mais algo dah errado!
O filme se você tiver paciência e pegar o ''fio da meada'' desde o começo vai gostar da idéia (muito original) que passa o enredo.
Já fiz meu comentário de cinéfila então continuando... Rsrsrs!
A coisa é o seguinte: gosto de alguém que não gosta de mim (isso é fato), nesse "não gostar dele", estou de paquera com um, ''beliscando'' outro e querendo ser muito feliz!
Mais a realidade é... Como ser feliz se não consigo esquecer? Já estou apelando para tudo desde chá de esquecimento até aquelas simpatias infaliveis da vovó!
Mas, entretanto, todavia... não há nada que eu faça... que faça parar o que sinto. Ele não é lindo, não é o cara mais estudioso do mundo, não é um atleta, nem muito intelectual. Ele é o oposto de tudo que pedi a Deus... não torce para o mesmo time que o meu (sou Palmeirense!), não é loirinho dos olhos verdes ou azuis (como o Dean Winchester do Sobrenatural), não é a "miss simpatia" em pessoa (é sério e até mesmo carrancudo), e o signo dele raramente combina comigo! Mais ele tem um sei lá o quê, que me deixa louca!
Não sei porque ele foi se intrometer no meu coração, não pedi que ninguém entrasse nele, tentei, bloqueei, blindei ele mais... esse ser iluminado conseguiu invadir e se instalar nele! E o pior sem minha permissão, sem eu dar a concessão a ele de posse ou de propriedade privada... Ele está como um "sem terra" dentro dele, e eu quero a "reintegração de posse" do meu próprio coração!
Por isso eu peço a vocês meus amigos, por favor me mandem dicas, simpatias ou até um novo ''amor'' para colocar para correr esse ''bandido'' que está em minha propriedade para correr, por que não lhe pertence, ou melhor podia até pertencer (o Coração e o resto do corpo também!), mais se ele não quer... Dor de amor cura com um novo amor? Será que esse ditado dá certo comigo?
Bem estou disposta a esquecer com alguém bem legal, se alguém tiver lendo... e quiser me indicar algum rapaz que seja bem bacana e que esteja no "Clube dos Corações Solitários" também me indique! Rsrsrs
Brincadeiras a parte, eu realmente me sinto ''meio rejeitada'', por que eu descobri por mim mesma que ele não me queria, ele nem veio me dizer que sim e nem que não, acho que a indiferença dele foi mais cortante do que qualquer ''fora bem magoante''.
Sou a pessoa mais legal do mundo quando amo, quero cuidar, fazer a pessoa super feliz, é bom ter o coração aquecido por esse sentimento único, é como a letra da música do Nando Reis/ Do seu Lado:

"Mas tudo que acontece na vida tem um momento e um destino
Viver é uma arte, é um ofício
Só que é preciso cuidado
Pra perceber que olhar só pra dentro é o maior desperdício
O teu amor pode estar do seu lado
O amor é o calor que aquece a alma
O amor tem sabor pra quem bebe a sua água."

http://www.vagalume.com.br/nando-reis/do-seu-lado.html#ixzz18CC5mW2R


Me sinto aquecida com o amor, e mesmo ele (Habib) estando dentro de mim e não estando do meu lado, estou feliz por que ainda posso amar e quero muito ser amada! Estou protegida pela ''aura" da felicidade.

Se não me quer deve ter um gatinho bem fofo por ai querendo uma dona bem carinhosa para tomar de conta.

Beijos e meu Amor para todos vocês!
Vanessa Sanches

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Brincando de Ser feliz ou Recomeçando a Viver?

Olá a todos, amigos!
Beijos hoje para o Fabio Zen, obrigado pelo seu comentário gentil!

"Se Puder eu Fazer uma Pessoa Feliz por Dia, minha Vida Inteira terá Valido a Pena"!!

Bem hoje vou falar sobre meu fim de semana... foi muto gostoso e até meio romântico.

Não escrevi na sexta porque tinha muita coisa para fazer no trabalho (onde eu redijo meus textos), estava ainda que meio de ''luto'' por causa do virando a página, não queria me desfazer das emoções e sentimentos que eu tinha com o Habib...

Acreditava que seria mais um daqueles finais de semana insossos, mais resolvi mudar a história, de primeiro chamei o meu "ex-belisco" para tomar umas cervejas em casa, isso foi pelo MSN, bem ele chegou as 22 horas, coloquei as músicas que gostamos, fritei umas batatinhas e quando já era lá para meia noite estavamos nos pegando na sala, bem tentamos firmemente resistir a tentação de ficarmos juntos, mais... galera, 'a carne é fraca' e não resistimos um ao outro.

Foram muitos beijos, muitos abraços, muita saudade e muita pegada, ah põe ''pegada nisso''!

No fim ele me proporcionou uma das noites mais gostosas, se superando em algumas pois não era a primeira vez que dormiamos juntos! Foi ótimo acordar abraçada com ele, fazer amor bem no início da manhã, claro que temos nossa afinidade, mais fica também na amizade muito bacana, e é somente isso que posso esperar dele. Nós nos adoramos de paixão, temos um relacionamento gostoso de amizade, mais também sentimos uma grande atração um pelo outro, mais só fica nisso!

Bem, sei que você, meu "amigo colorido" vai ver essas postagem... Então posso deixar meu recado: Amei a sua companhia, que a princípio era somente para umas cervejas, mais a sua atitude me deixou muito feliz. Te Adoro, se o cara baiano me fez mulher, você me lapidou!

Ontem fui com a Katita no cinema, fomos assistir Harry Potter e a Reliquias da Morte, parte I (http://www.youtube.com/watch?v=3FnRkJDtFcA&feature=related), bem o filme me deixou meio estranha, porque ele é muito compilado, parece que espremeram o livro para fazer o filme, também houve a falha técnica do cinema, pois quase no fim do filme, a fita deu um enrosco e parou, ainda bem que foi o problema  solucionado e finalmente terminamos de assistir!

Na volta fiquei pensando no que escrever... Claro que queria escrever sobre o meu fim de semana, das coisas boas que me aconteceram, dizer que não chorei em nenhum momento, dizer que estou bem feliz... realmente estou, só fico meio chateada de ver a "página" que tento virar todos os dias, tê-lo por perto, sentir sua respiração, ouvir sua voz. É quase impossivel não enlouquecer de vontade de pular no colo e falar que se dane é você que eu quero.

Mais tenho que ser calma, civilizada e contida! Esquecer não é fácil e o pior quando o ser ''querido'' está tão perto. Nessa coisa toda eu fico feliz de estar me tornando mais muito mais forte... Vanessinha Hurricane está de volta, e o bom, estou melhor que antes!

Estranho falar dele depois de ter ficado com um outro, mais a vida é assim mesmo, umas vezes se perde outras se ganha e ''agente se diverte com o que tem não é"? Rsrsrs.

Música para o dia de hoje, e para você meu amigo Colorido e de todas as horas:


One More Night  (Phil Collins) Instrumental intro

I've been trying oh so long, to let you know,
let you know how I feel
So if I stumble and if I fall, just help me back,
so I can make you see
Please give me one more night,
give me that one more night
Oh one more night, 'cos I can't wait forever

Please give me one more night,
just give me that one more night
Oh one more night,
'cos I can't wait forever

I've been sitting here so long, just wasting time,
just staring at the phone
And I was wondering, should I call you,
then I thought, but maybe you're not alone

Oh please give me one more night,
just give me that one more night
One more night, 'cos I can't wait forever
Please give me one more night,
just give me that one more night
One more night, 'cos I can't wait forever
Just give me one more night,
give me that one more night
Just one more night,
'cos I can't wait forever

Like a river to the sea,
I will always be with you
And if you said a word,
I would follow you
To give me one more night,
just give me that one more night
One more night,
'cos I can't wait forever

I know there'll never be a time
you'll ever feel the same
And I know it's only words
But if you change your mind,
you know that I'll be here
And maybe we both can learn

Ah give me just one more night,
give me that one more night
Just one more night,
'cos I can't wait forever
Just give me one more night,
oh give me that one more night
Just one more night,
'cos I can't wait forever

Text from: Phil Collins Serious hits: live.

 
One More Night  (Phil Collins)
intro Instrumental

Eu tenho tentado, oh, tão longo, para que você saiba,
que você saiba como me sinto
Então, se eu tropeçar e se eu cair, apenas me ajude para trás,
para que eu possa fazer você ver
Por favor me dê mais uma noite,
dar-me que mais uma noite
Oh mais uma noite, porque eu não posso esperar para sempre

Por favor me dê mais uma noite,
apenas dar-me que mais uma noite
Oh mais uma noite,
Porque eu não posso esperar para sempre

Eu estive sentado aqui há muito tempo, apenas perdendo tempo,
apenas olhando para o telefone
E eu estava pensando, devo chamá-lo,
então pensei, mas talvez você não está sozinho

Oh, por favor me dê mais uma noite,
apenas dar-me que mais uma noite
Mais uma noite, porque eu não posso esperar para sempre
Por favor me dê mais uma noite,
apenas dar-me que mais uma noite
Mais uma noite, porque eu não posso esperar para sempre
Apenas me dê mais uma noite,
dar-me que mais uma noite
Apenas mais uma noite,
Porque eu não posso esperar para sempre

Como um rio para o mar,
Eu sempre estarei com você
E se você dissesse uma palavra,

Eu segui-lo
Para me dar mais uma noite,
apenas dar-me que mais uma noite
Mais uma noite,
Porque eu não posso esperar para sempre  

Eu sei que não vai haver um tempo
que você jamais vai sentir o mesmo
E eu sei que é apenas palavras
Mas se você mudar de idéia,
você sabe que eu estarei aqui
E talvez nós dois possamos aprender

Ah, me dê só mais uma noite,
dar-me que mais uma noite
Apenas mais uma noite,
Porque eu não posso esperar para sempre
Apenas me dê mais uma noite,
oh me que mais uma noite
Apenas mais uma noite,
Porque eu não posso esperar para sempre

Texto de: Phil Collins hits grave: ao vivo.
http://www.vagalume.com.br/phil-collins/one-more-night.html#ixzz181DlQS4f

Beijos e meu Amor para vocês todos!

Vanessa Sanches.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Virar a Página.

Olá a todos!

Quero agradecer hoje a Kátita (Kátia), pela incrível força que ela está me dando nesse momento meio estranho que passo! Thank You, querida amiga.

Ontem foi mais um dia de o meu mundo caiu, na saida do serviço a caminho de casa, eu só pensava nele, estava com a Kátia, ela percebeu, e perguntou se eu estava bem, disse que sim, mais depois não resisti e tive que dividir minha ''amargura'' com ela. Fomos conversando e tentando explicar o inexplicável, o porque, as razões das coisas!

Decidi que não tem razão para ser tudo isso, resolvi ficar mais na minha... Ela me chamou para dormir em sua casa, mais resolvi ir lá na sexta feira, sabe sou do tipo que prefiro sofrer sozinha. Não tenho personalidade para dar "escândalos'', se rasgar publicamente, nem me lamentar pela falta do amor dele por mim!
Prefiro ficar sozinha, tomar um banho, colocar uma música e me ''debulhar em lágrimas", ai é só dormir e pronto ''novinha em folha" para um novo dia!

Na hora de dormir coloquei o celular para despertar e fiquei olhando as mensagens que trocavamos e o número dele, a vontade de aperta o "Send" foi grande, mais vou ligar para falar o quê? Se tudo que eu tentei falar já foi indiretamente dito... cheguei a conclusão que tenho e devo virar mais essa página na minha vida!

É meio doentio ficar esperando alguém que nunca irá chegar. Putz que "foda" é gosta de alguém, isso tudo me irrita e essa espera que nunca tem fim! Já chega né?

Por isso que decidi não mais "sofrer'' e virar esse capítulo, se ele não me quer azar o dele, minha  fila anda e de uma vez, gosto dele mais gosto mais de mim!

Ontem encontrei um gatinho que trabalha por aqui na TI, ele é muito fofo, e trocamos MSN's, fiquei contente em conversar com ele é um alívio quando ele me chama de "querida" com uma animação e um sorissão tamanho, mal adicionei, ele me aceitou, adorei, a Kátia também adorou, sabemos que eu tenho que fazer a minha fila andar.

É aquele ditado: "Quem não dá a preferência, abre concorrência! Então para que ficar chorando as magoas, estou virando a pagina!

E se for para escrever novas historias então que seja com novos gatinhos! E se for o caso que seja cm um gatinho inteligente, bonito e super animado! Assim como eu sou.
Vamos ver o próximo capítulo da "minha novela mexicana" como o outro disse.

Beijos e o meu Amor a Todos!

Vanessa Sanches.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Preciso aprender a ser só!

Olá a Todos!
Primeiramente um Beijão Enorme para a ANIVERSÁRIANTE DO DIA: Hagata, minha super amiga, ela é da turma de letras lá da Faculdade. Jóia rara em um mundo tão desolador!
Hagatinha... Que Deus te dê em dobro toda a força, carinho e felicidade que você transmite para nós seus amigos. Seja Feliz muito feliz mesmo! Te adoro querida amiga! Feliz Aniversário... Meu amor todo para você sempre.
Devo agradecer aos muitos comentários positivos sobre meu blog, a meus seguidores e as todas as pessoas que estão sendo muito gentis comigo nesses dias que estou um pouquinho “sensível’’!
Estou escutando Maysa Matarazzo, Preciso aprender a ser só, não sei se estou me sentindo triste, mais radiante de felicidade não estou!
Acredito que é um estado natural, um dos estágios de quando se perde alguém ou alguma coisa muito querida.
Ontem não pude resistir mais, e desabei de chorar depois de um banho quente, caminha com lençóis limpos e cobertor quentinho, foi à brecha para desabar em lágrimas!
Acredito que fiz bem tê- las deixado rolarem soltas, mais é estranho se sentir tão só, parece que agora o meu dia é meio nublado, sei lá... Sei que tudo isso vai passar que logo, em breve serei “Eu” novamente, mais firme, mais forte, mais uma vez sem um pedaço do meu coração. Mas tudo bem!
Esse já foi, que venha o próximo da fila!
Essa é a letra da musica do titulo da minha postagem de hoje:

Preciso Aprender A Ser Só  ( Maysa Matarazzo))
Preciso Aprender a Ser Só
Composição: Marcos Valle/Paulo Sergio Valle

Ah, se eu te pudesse fazer entender
Sem teu amor eu não posso viver
Que sem nós dois o que resta sou eu
Eu assim tão só
E eu preciso aprender a ser só
Poder dormir sem sentir teu amor
E ver que foi só um sonho e passou

Ah, o amor
Quando é demais ao findar leva a paz
Me entreguei sem pensar
Que a saudade existe e se vem
É tão triste, vê
Meus olhos choram a falta dos teus
Esses olhos que foram tão meus
Por Deus entenda que assim eu não vivo
Eu morro pensando no nosso amor

Por Deus entenda que assim eu não vivo
Eu morro pensando no nosso amor
Ah o amor
Quando é demais ao findar leva a paz
Me entreguei sem pensar
Que a saudade existe e se vem
É tão triste, vê
Meus olhos choram a falta dos teus
Esses olhos que foram tão meus
Por Deus entenda que assim eu não vivo
Eu morro pensando no nosso amor


Beijos e todo meu Amor para vocês!
Vanessa Sanches.

http://www.vagalume.com.br/maysa/preciso-aprender-a-ser-so.html#ixzz17XIwMFNA

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Perdida em meus Sentimentos

Queridos amigos!
“Tenho que relatar hoje que estou entregando os pontos, ‘‘jogando a toalha’’, ‘‘pendurando as chuteiras” e tirando meu time de campo.
Meu Habib não me quer, não precisei fazer muito descobrir isso.
Sinto-me rejeitada, sei lá é difícil gostar de alguém tanto e ser meio que despejada de dentro de si mesma!
Hoje eu o vi cedinho, não agüentei e comentei do blog, disse para ele que a postagem da sexta feira teve 13 comentários e que meus seguidores aumentaram.
Ele resumiu em algumas palavras, algo como: “Você e sua novela mexicana!”,  ai não perdi a deixa:  E disse que sim e que até o ator principal tem nome composto.
No decorrer do dia nos falamos, dividimos musicas... foi legal. Mais nenhuma palavra sobre o blog, ou a declaração, ou o Cd que gravei para ele e nem do bilhete que mandei falando da postagem.
Acho que é como se tudo isso não existisse para ele!
Fiz tudo que fiz para tirar de mim o peso de carregar algo tão importante, achava que se me declarasse ou se me mostrasse ás coisas podiam ser diferentes... Bem estão diferentes pelo menos agora ele já sabe que gosto dele!
Mais não sei mais o que pensar... Por isso estou entregando os pontos, por que metade do meu coração já foi entregue para o ‘bandido’, eu preciso de tempo para recuperá-lo de volta, ou ele voltar a crescer novamente, como sempre aconteceu!
Mesmo apaixonada, mesmo irremediavelmente e irresponsavelmente, tenho que pensar em mim! No amor maior que tenho por mim mesma, deixá-lo de lado não significa que meu amor por ele acabou, mais sim que o meu é grande por nós dois!
Será que dizer que está gostando de alguém é um crime, por que parece que sim!

Essa música cabe bem para meus sentimentos de hoje!

Corazón Partio (Alejandro Sanz)
Tiritas pa' este corazón partío
tiri-ti-tando de frío
tiritas pa' este corazón partío
pa' este corazón
Ya lo ves que no hay dos sin tres
que la vida va y viene y que no se detiene...
y, qué sé yo,
pero miénteme aunque sea, dime que algo queda
entre nosostros dos
que en tu habitación nunca sale el sol, ni existe el tiempo ni el dolor
Llévame si quieres a perder
a ningún destino sin ningún por qué
Ya lo sé que corazón que no ve es corazón que no siente
corazón que te miente, amor
pero, sabes que en lo más profundo de mi alma sigue aquel dolor
por creer en ti
¿qué fue de la ilusión y de lo bello que es vivir?
¿Para qué me curaste cuando estaba herío
si hoy me dejas de nuevo el corazón partío?
¿Quién me va a entregar sus emociones?
¿Quién me va a pedir que nunca le abandone?
¿Quién me tapará esta noche si hace frío?
¿Quién me va a curar el corazón partío?
¿Quién llenará de primaveras este enero
y bajará la luna para que juguemos?
Dime si tú te vas, dime, cariño mío
quién me va a curar el corazón partío
Tiritas pa' este corazón partío
tiri-ti-tando de frío
tiritas pa' este corazón partío
pa' este corazón
Dar solamente aquello que te sobra
nunca fue compartir, sino dar limosna, amor
si no lo sabes tú, te lo digo yo
después de la tormenta siempre llega la calma
pero sé que después de ti, después de ti no hay nada
¿Para qué me curaste cuando estaba herío
si hoy me dejas de nuevo el corazón partío?
¿Quién me va a entregar sus emociones?
¿Quién me va a pedir que nunca le abandone?
¿Quién me tapará esta noche si hace frío?
¿Quién me va a curar el corazón partío?
¿Quién llenará de primaveras este enero
y bajará la luna para que juguemos?
Dime si tú te vas, dime, cariño mío
quién me va a curar el corazón partío (repetir x6)



Coração Partido (Alejandro Sanz)
Você treme por este coração partido
Você treme por este coração partido

Você pode ver, que não existem dois sem três,
Que a vida vai e vem e que não se detém
Eu é que sei
Mas minta para mim ainda que seja, me diz que existe algo
Entre nós dois, que em sua casa
O sol nunca aparece, que o tempo não passa,
Nem a dor.

Mas leve se você quiser se entregar
A nenhum destino, sem nenhum por quê

Já sei que o coração que não vê
É o coração que não sente, amor
Mas você sabe que no fundo da minha alma
Continua aquela dor por crer em você
O que aconteceu da ilusão e da beleza que é viver?

Por que me curou quando estava ferido
Se hoje me deixa de novo o coração partido

[Refrão]

Quem vai entregar suas emoções?
Quem vai me pedir que nunca lhe abandone?
Quem me cobrirá nesta noite se fizer frio?
Quem vai me curar o coração partido?
Quem encherá de primaveras este janeiro,
E alcançará a lua para que brinquemos?
Me diga se você vai, me diga meu carinho,
Quem vai me curar o coração partido?

Você treme por este coração partido
Você treme por este coração partido

Dar somente aquilo que te sobra
Nunca foi compartilhar, é esmola, amor
Se você não sabe, posso lhe dizer.
Depois da tempestade sempre vem a calma,
Mas eu sei que depois de você,
Depois de você não existe nada

Por que você me curou quando estava ferido
Se hoje me deixa de novo o coração partido

[Refrão]

Quem vai entregar suas emoções?
Quem vai me pedir que nunca lhe abandone?
Quem me cobrirá nesta noite se fizer frio?
Quem vai me curar o coração partido?
Quem encherá de primaveras este janeiro,
E alcançará a lua para que brinquemos?
Me diga se você vai, me diga meu carinho,
Quem vai me curar o coração partido?

Beijos e meu Amor a todos!
Vanessa Sanches.